Grupos de Pesquisa

O curso de História da Unioeste conta atualmente com seis grupos de pesquisa em atividade, que se constituem em torno de propostas de pesquisa bastante distintas e muitas vezes complementares.

Cultura, Relações de Gênero e Memória aborda temas relativos às áreas temáticas circunscritas pelos conceitos cultura, relações de gênero, memórias, poder, subjetividades, sexualidade, identidades, sociedade e políticas públicas.

História e Poder investiga as práticas sociais relacionadas ao Estado e ao Poder, com ênfase na ação dos agentes sociais que se organizam nas diversas organizações e corporações da sociedade civil.

Cultura, Fronteira e Desenvolvimento Regional estuda as identidades e fronteiras culturais na dinâmica sociocultural de fronteira e também as formas de organização social e de condutas coletivas resultantes da produção social do espaço na região oeste do Paraná.

História Intelectual e Historiografia busca entender a posição assumida por atores e autores, que em diversas épocas da história, de alguma forma, interferiam no contexto que viviam e circulavam.

Práticas Culturais e Identidades compreende estudos das práticas culturais e de processos coletivos de construção de identidades – classe, gênero, étnicas, nacionais, regionais, dentre outras.

Trabalho e Movimentos Sociais investiga os movimentos sociais, as organizações partidárias e sindicais, as práticas cotidianas dos trabalhadores, no campo e na cidade e as construções de sentidos e significados por e sobre estes sujeitos, enquanto uma prática social. Percebe-se, desta forma, a grande diversidade de temáticas, processos, abordagens, perspectivas e análises que podem ser produzidas com base em distintas visões e objetivos, a partir das quais os grupos estruturam programas de investigação, produzem livros, organizam eventos, desenvolvem metodologias e constituem instrumentos de reflexão, análise e exposição dos resultados destas investigações. Aqui, mais uma vez e de forma concreta percebe-se o caráter dinâmico da História, sua articulação viva com as questões do tempo presente e capacidade de interpretação e intervenção na realidade social. No interior dos grupos de pesquisa, os acadêmicos do curso de História desenvolvem pesquisa de Iniciação Científica, dedicando-se à investigação de temáticas históricas, recebendo bolsas remuneradas e inserindo-se no ambiente investigativo.

Os comentários estão desativados.